Bem-vindo, !|Sair

Ethiopian ‘inaugurou’ voos regulares internacionais em Kaduna



O Aeroporto Internacional Nnamdi Azikiwe, na cidade de Abuja, capital federal da Nigéria, encerrou na noite desta terça-feira, dia 7 de março, para obras de remodelação que decorrerão durante cerca de seis semanas.

Por essa razão todo o tráfego de aviões comerciais de passageiros foi transferido para o Aeroporto de Kaduna, uma cidade a cerca de 160 quilómetros de Abuja, por decisão das autoridades nacionais.

A mudança não foi bem aceite por todas as companhias que operam em Abuja, que tem o segundo aeroporto mais movimentado do país [2,26 milhões de passageiros em 2016], nomeadamente por algumas estrangeiras que cancelaram mesmo os voos durante as próximas seis semanas, alegando constrangimentos operacionais e, sobretudo, a falta de segurança pública que se verifica na cidade de Kaduna.

Na manhã desta quarta-feira, dia 8 de março, aterrou no aeroporto alternativo o primeiro avião proveniente de um país estrangeiro, em voo regular. Tratou-se de um Boeing 787-8 da Ethiopian Airlines, matrícula ET-AOQ, que no final de uma ligação de pouco mais de quatro horas com origem em Adis-Abeba, capital da Etiópia.

Após a chegada o avião foi envolvido por várias dezenas de autoridades locais, incluindo o ministro da Aviação, Hadi Sirika, que saudaram a chegada da aeronave e agradeceram à Ethiopian ter mudado o seu percurso, face a obras inevitáveis e inadiáveis, pois a pista de Abuja desde há cerca de 20 anos que não era devidamente tratada e estava a tornar-se perigosa, tendo sido recebidas reclamações por parte dos pilotos e companhias aéreas com muita frequência nos últimos meses.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica